5 de mar de 2014

"O que dizer daqueles que..."

Acabei de ler esse texto, vou deixar aqui...


"O que dizer daqueles que abandonam tudo o que começam? Largam cursos, esportes, dietas... São pessoas preguiçosas ou têm medo de fracassar?

Muitos são os que abandonam projetos pelos quais estavam empolgados diante do primeiro obstáculo: acham que não vão ser capazes de superá-lo.

Alguns desanimam diante do tamanho dos sacrifícios a serem enfrentados para alcançar bons resultados: preguiçosos, lidam mal com frustrações.

Há os que abandonam cursos ou esportes ao perceberem que não possuem as aptidões mínimas necessárias para avanços: esses até que têm razão!

A preguiça corresponde a um estado de moleza, a uma lentidão e pouca motivação para qualquer ação que implique esforço ou risco de fracasso.

A pessoa dita "preguiçosa" é aquela que tem pouca disposição para se esforçar no presente em nome de recompensas que só virão mais adiante.

Um fator gerador de preguiça é o baixo nível de interesse de algumas pessoas: dão a impressão de que não gostam e não vibram com nada!

A preguiça não é a causa; é a consequência da falta de interesses, da incapacidade de lidar com dores, fracassos e de sacrificar o presente."

Dr. Flávio Gikovate
Médico-psiquiatra, psicoterapeuta, conferencista e escritor. Atualmente apresentando o programa “No Divã do Gikovate”, na rádio CBN, e dedicando a maior parte do tempo à clínica.

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Neeem te conto...veja que não fiz comentários pessoais.

      Excluir
  2. amei e copiei!

    bejos belzinha força sempre!

    ResponderExcluir
  3. Bel, adoro o Flavio Gikovate, já li alguns livros dele sobre amor e relacionamentos...muito bons!! Realmente a preguiça atrapalha em todos os "lados" da vida. As vezes ela nos deixa como que em uma inércia, onde tudo vai passando e nada consegue te tocar...já tive fases da vida assim. Mas vamos "chacoalhar esse pelo" e mandar essa preguiça embora!! Xôooooo!!!

    ResponderExcluir
  4. Flavio Gikovate é um iluminado! Dá senso à muitos comportamentos meus. Adoro!
    Maravilhoso este texto.
    Beijocas Bel

    ResponderExcluir
  5. Enxergar isso em nós mesmos é tão difícil, mas necessário, a partir daí é que vem a mudança ou pelo menos a consciencia

    ResponderExcluir

Tempere com seu pitaco: