30 de nov de 2012

A MIL, tentando ser suportável

Hoje, estou assim: por fora pacífica e discreta, mas por dentro, estou a MIL!! Vou tentar ser suportável na escrita, pois a vontade é usar letras garrafais e fazer um texto de quatro páginas. Nunca tirei uma foto de balança, mas hoje FUI OBRIGADA. Paguei o maior mico pedindo à balconista da farmácia para ela tirar a foto, visto que o celular pesa 200g. INTERNA é caso grave, olha o que a vaidade faz com a pessoa. Nem quis olhar para o tio da balança, ele já deve me achar doida há algum tempo.

Há anos que não peso menos de 60 imagine o susto quando percebi que estava com Obesidade Grau I...Então, no momento, a pessoa está se achando a rainha do balaco-baco. Falta pouco para o objetivo estipulado em conjunto com a nutricionista, adequado à minha altura e biotipo. Muito pouco, visto que já estou no IMC normal há algum tempo.



Vai, Freddy, mostra como estou me sentindo:

Como diria Nazaré Tedesco: "Aquela insuportÁvel!"
REPETINDO:
Tô a MIL, me segurando para não extrapolar a paciência alheia.
"Eu tô voltando pra casa...!"

INSUPORTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÁVEL!!
Vontade de encher o ouvido de alguém
com essa ladainha de emagrecimento!!!!!!
Pronto, parei.

AaaaaaaaaaaaaaaHHHHHHHHHHHHHHHh!
♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Sério, parei agora.

27 de nov de 2012

Cookie Integral

Gosto muito, faço de vez em quando me seguro para não visitar o pote com frequência e acho ótima ideia para criança levar de lanche na escola. Além de integral, é funcional. Não se assuste com a lista de ingredientes. É muito fácil de fazer e, ao final, escrevo minhas observações pessoais.



Cookie Integral
Receita da nutricionista Helouse Carneiro Odebrecht.
Para acessar o endereço é necessário conectar-se ao Féicebúk.

Ingredientes:
  • 1 e ½ xíc de farinha de trigo integral
  • 1 xíc de açúcar demerara ou mascavo
  • 1 c.chá canela em pó
  • ¾ c.chá fermento em pó
  • ½ c.chá sal marinho
  • ¾ xíc de chá de óleo vegetal
  • 1 unidade banana prata
  • ¼ xíc de água filtrada
  • ½ xíc de aveia em flocos finos
  • ½ xíc xerém de castanha
  • ½ xíc de pedaços de chocolate amargo
  • papel manteiga

Modo de preparo:
Em um recipiente misture a farinha, fermento, canela e sal. Reserve. Bata no liquidificador a banana com óleo, água e açúcar até ficar homogêneo. Despeje aos poucos sobre os ingredientes secos mexendo com uma colher. Adicione a aveia, o xerém de castanha e o chocolate. Misture até incorporar a massa. Forre uma forma com papel manteiga e faça os biscoitos com auxílio de duas colheres ou enrole-os na mão achatando quando colocados na forma. Asse em forno pré-aquecido (200º C) por 15 minutos ou até ficar douradinho. Tire do forno e espere esfriar para desenformar.
Os biscoitos podem ser guardados em pote fechado ou na geladeira por 7 dias.


Minhas observações:
  • xerém de castanha nada mais é que castanha moída; nunca usei, optei por mais baratos a granel: amendoim e noz pecã que eu mesma triturei; use a imaginação; 
  • na falta de castanha e cia, já usei maçã beeem picadinha, ou nada;
  • o chocolate amargo dá um diferencial muito bom, mas usei-o somente duas vezes;
  • uso duas colheres, a massa é bem grudenta; rende uns 24 cookies se você fizer no tamanho padrão, cerca de 5cm de diâmetro;
  • dispenso o papel manteiga, vai direto na forma de teflon que não gruda;
  • meu forno leva 30-40min para cozinhar esses cookies;
  • recomendação de comer umas 3 unidades por vez, se for o tamanho mencionado acima.

Na cozinha tudo se adapta,
transforma-se e simplifica-se.

Tempo e frase


Diminuí meu tempo na corrida de 5km em cerca de dois minutos. Como o cronômetro fica em casa, não sei se melhorei a velocidade ou se otimizei o tempo de iniciar-cronômetro-trancar-porta-andar-até-o-portão-abrir-cadeado-guardar-chave-abrir-fechar-ferrolhos-fechar-cadeado e o contrário quando chego.

Pessoa despalavrada usa frase de filme para resumir, não bastasse o bicharedo da postagem de ontem:




Frase de filme, quem mais gosta?
Quem mais assistiu a reprise de domingo?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

26 de nov de 2012

Da bicharada a Miranda

Desde sexta-feira na verdade quinta estou caprichando na alimentação, atividade física e na pose. Podia me filmar comendo que eu ia parar na coluna das boas maneiras. E ontem 'tava c'a macaca: caprichei na comida de coelho durante o dia. À noite, vesti-me como abelha-rainha e me maquiei como pavão enchi de rímel, Batman!. Caprichei na pose. 'Tava me sentindo a lady e com jeito afetado, faltando pouco para colocar a Miranda Priestly para fora estava me sentindo assim por dentro, bem entojada. Mas como até que sou legalzinha, meu marido e amigos deixam passar batido a pose imperial. E ninguém reclama. Faço a cara da simpatia.

Claro, se eu tirasse uma foto de como estava, alguém poderia olhar e dizer: "Não 'tá taaão assim". Sem problemas, a questão toda era na alma. Era como eu me sentia. Uma blusa listrada em diagonal que me deixava muito bolota há quilos atrás, ontem coroou minha aparência. Listrada de preto amarelo e branco, linhas finas, blusa fina, por isso a abelha-rainha. Quero nem saber, ontem eu realmente me achei. Hoje, já baixei a bola e procuro continuar no bom comportamento. Mas ainda quero fazer uso da pose afetada.

Ah, compartilhei duas receitas integrais nas postagens anteriores a esta. Espero que gostem:

Croûton Integral

Aquele diferencial para acompanhar saladas, molhos...coisa de francês mesmo. Aprecie com moderação.


 Croûton Integral

Ingredientes:
  • 2 fatias de pão integral
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de azeite de oliva
  • Temperos desidratado (salsinha, cebolinha, orégano, gergelim...)
 Modo de preparo:
Corte as fatias de pão em cubos pequenos. Coloque em uma panela junto com o azeite e deixe dourar, mexendo sempre. Acrescente ao final os temperos e sirva em saladas ou na sopa.

Receita fornecida pela nutricionista Helouse Carneiro Odebrecht.
Para acessar o endereço é necessário conectar-se ao Féicebúk.

23 de nov de 2012

Mini reflexão sobre felicidade


De Cíntia Milanese, autora do blog Projeto Magrelete, no féicebrúk, que me autorizou publicar aqui:
 
"Reflexão do dia: '(...) Nem tudo que me faz feliz, me faz bem. Nem tudo o que me faz bem, me faz feliz'. | Saudade de comer uma panela de brigadeiro :-(  "



Isso me rendeu uma reflexão, que escrevi lá mesmo, para ela:

"Boa, Cintia!! Por isso eu detesto o mote 'o importante é ser feliz'. Por que eu tenho que ser feliz enchendo o buxo de porcaria e depois ficar me lamentando dos problemas decorrentes? A gente deve mudar o jeito de olhar as coisas pois o que nos deixa 'felizes' naquele momento, nem sempre é bom. Exemplo dramático? Tem gente que se sente 'feliz' quando o outro se dá mal. Tem gente que se sente 'feliz' se drogando, bebendo no sentido de se embriagar e sair causando. Tem gente que se sente 'feliz' gastando, gastando, gastando, gastando. E tem gente que se sente 'feliz' comendo muito e só porcaria. E assim vai. E lá no final, vem de fato a tal 'felicidade': choros de arrependimento, para continuar no tom dramático. Mas há quem continue gostando de ser 'feliz' com coisas ruins. Ok, nivela a tal 'felicidade' por baixo. Aliás, ser feliz tem sido quase uma obrigação, né? Isso frusta muito as pessoas. Eu já decidi que sou feliz há tempos, não importa se não tenho ou consigo tudo o que quero, pois minha felicidade não depende muito dessas coisas. E vamos em frente. Obrigada por compartilhar esse seu pensamento."

Fala sério: Dentro do nosso assunto, por que raios eu vou esperar para ser feliz quando estiver magra? OU Por que raios eu quero ser feliz magra mas acabo cedendo à felicidade instantânea de me empaturrar para depois ficar chorando? Como escrevi acima, decidi ser feliz há tempos, independente de muita coisa. Eu sou feliz. Mas espero não ser antipática com isso.

Novamente, boa, Cíntia!!
Não vamos depender do que nos faz mal
para nos sentirmos felizes instantaneamente!

21 de nov de 2012

Curtíssimas

Fui à costureira, como mencionado anteriormente. Até o fim de semana, terei mais duas calças e uma saia para usar. Enquanto fazia a marcação na cintura, ela disse:
- Você está de parabéns!
- Pelo quê? - perguntei.
- Está conseguindo emagrecer!
Estou mais ou menos estabilizada há meses, mas as últimas peças que levei para ela, já estão largas. E para entender o teor desse comentário da costureira, leia se puder/quiser/achar-relevante a última parte desta postagem aqui.

**************************************

Semana passada só fiz dois dias de corrida, estive na base do antibiótico e com um pouco de dor, o que me atrapalhou treinar. Mas já melhorei, e esta semana está tudo nos conformes. Hoje, puxei mais. Delícia.


**************************************

A pessoa escreve que está estabilizada e ainda por cima vai para a cozinha. Fiz cookies integrais anteontem para marido e eu, estou agora me segurando para não ir ao pote. Aliás, ainda não compartilhei essa receita aqui c'as coleghas. É da minha nutricionista.

**************************************

Hoje, fiquei sabendo que existe purê instantâneo. Ainda bem que não vi. Desprezo imenso, nem a pau, Juvenal. Pronto, Carol, fofoquei. Que a Marli não me leia.

19 de nov de 2012

Dica de salada e efeito bolinho de forminha

Dica de salada quente
se interessar a alguém

Por mim, salada vai crua mesmo, uns três tipos de vegetal, só regado no azeite extra virgem. Mas como não cozinho só para mim, uma vez ou outra busco algum tipo de criatividade para o assunto. E se tem uma coisa que eu não tenho paciência é para inventar salada. Mas essa fiz hoje e ficou legal. Não tem quantidades porque faço muita coisa no olho. Vai da sua cabeça:

  • Um punhado de cebolinha e alho picados à miúda;
  • Um punhado de couve verde em tiras bem fininhas;
  • Um punhado de beterraba crua ralada;
  • Temperos a gosto: eu usei tomilho, pimenta do reino e um pouco de sal; orégano, manjericão, salsinha e cebolinha vão muito bem, tenho certeza
  • Extra, se você puder é sugestão, não usei: um pouco de queijo ralado, combinando de diminuir o sal ou nem usar.

Modus Operandi:
Aquecer um fio de óleo numa frigideira anti-aderente, refogar a cebola e o alho a gosto. Em seguida acrescente a beterraba e continue refogando. Acrescente a couve, misture bem até a cor ficar bem viva, sem deixar passar o ponto e ficar aquela cor horríve amarronzada. Desligue a frigideira e acrescente os temperos, misturando bem. Sirva. Não invente de enfeitar com croûtons, a não ser que seja um evento especial.

Se for comentar algo do tipo "não gosto de salada", "não consigo comer mesmo assim", já respondo aqui: "Sinto muito, coleghinha" ou "Tá perdendo, amiguinha!"

************************************************

No momento meses, só tenho duas calças servindo: uma jeans preta e uma jeans índigo. O resto, saia, short, outras calças ou estão folgadas demais sendo que algumas já haviam sido apertadas ou estão assim: fecham mas provocam o efeito "bolinho de forminha" cupcake no popular. Explico: é quando a peça aperta na cintura e as gordurinhas sobram logo acima. Pense num bolinho de forminha cupcake dentro da forminha e suas bordinhas saindo para fora, logo acima...
Bom, já separei três peças para levar à costureira logo mais. Estava protelando para emagrecer mais um pouco mas acho que não preciso comentar.

12 de nov de 2012

Irritação amenizada

Ando numa irritação desde sexta-feira, por causa de questões relacionadas à reeducação alimentar, que vocês não imaginam. Não é TPM porque ela está bem longe. ALÉM disso, meu humor não muda por causa dela, por isso não comento nos blogs por aí que "sei como é estar nesse período" porque eu realmente não sei, não sei o que é vontade de comer o mundo nessa época etc etc. Deixa, o parágrafo fugiu do assunto. MAS aí, acontecem quatro fatos, que me alegraram em meio a esse mar de intempérie interior e me fizeram re-acreditar que estou no caminho certo, não sem antes fuzilar com o olhar chamado "Tá vendo!?", a pessoa que me deixou irritada:
  • No sábado, devido a compromissos, uma amiga teve que almoçar aqui em casa, de última hora e fiquei com receio pois o prato principal era uma torta de vegetais...mas ela gostou e pediu receita. Bom, poderia pensar ser gentileza de sua parte, mas essa minha amiga costuma dizer quando gosta de algo ou não, ela não fica com aquela coisa boba de poupar e dizer que está tudo gostoso só para agradar. Prefiro gente assim.
  • Horas mais tarde, o irmão da amiga veio me dizer que só foi gostar de brócolis depois que comeu um arroz que fiz com esse vegetal e desde então procura fazer de vez em quando nem eu lembrava, já há uns três anos isso.
  • Ontem, domingo, uma amiga chegou para mim: "Bel, o médico me mandou emagrecer urgentemente, preciso de ajuda, tem dica para mim?"
  • Hoje, outra amiga de loooooonge me conta, via mensagem, que fez a receita de nega maluca integral que passei para ela, deu umas mexidas para ficar mais leve ainda deve ter ficado ótimo! e o resultado se expressa na reação do seu filho pequeno: "Mamãe! Que bolo cheiroso e lindo!!" Obs.: essa amiga já tem uma alimentação saudável, inclusive a família toda segue o mesmo passo.

"Tá vendo!?"  :P
Cuidado, ego inflado, mantenha distância.

8 de nov de 2012

Pasta de Coalhada Seca III

Bom, praticamente um repeteco, mas com diferencial.

Para a Coalhada Seca:
Coloque um copo ou dois de kefir ou iogurte natural desnatado ou não para coar num filtro de papel eu uso de pano e um anteparo para conter o soro a esse processo chamo dessorar. Deixe na geladeira, com uma tampa para proteger do ressecamento, por 24hs.

Para a Pasta:
Misture bem a coalhada na proporção de 1 c.s de manteiga mole para cada copo de iogurte. Sal a gosto. Não, eu não tenho medo de manteiga, gosto muito, mas é com moderação.

SÓ que, essa que fiz, foi com um kefir muito ácido, errei no tempo dele. Então resolvi dar o pulo do gato, uma vez que nada na minha cozinha se perde, tudo se trasnforma e esse é para as corajosas que gostam de experimentar: 1 c.s. de mel para cada copo de iogurte. De início, tente menos, pois essa proporção foi usada porque o kefir estava como mencionei, de arrepiar os cílios. Misture bem e prove. Se desejar, pode acrescentar mais um tico, fica a gosto da freguesa. Não se assuste com o sabor, vai minimizar um pouco depois que for à geladeira.

Como diria a Eli: "Uma iguaria!"!

6 de nov de 2012

Minhas pequenas regras e Depoimento

Algumas regras que procuro seguir:
  • 3 a 5 porções de frutas por dia fácil para mim, sempre comi fruta
  • salada: mínimo 3 tipos de vegetais, pelo menos 1 cru
  • trocar refinados por integrais o máximo que der
  • ATUALIZAÇÃO não misturar carboidratos. Ex.: ou arroz, ou batata, ou abóbora, etc 
  • não tomar líquidos em almoço e jantar acostumei, não tomo nem suco
  • quanto menos industrializados, melhor
  • evite comprar pronto, tente fazer em casa
  • mín 2,5L água/dia
  • temperos, temperos, temperos
  • atividade física sempre.
Nenhuma novidade, né? :)


*****************************

Eu li o depoimento da Tiane Brites - MagraEmergente.Com, para a Revista W Run e achei MUITO  emocionate. Tem que ler!!! Confiram:



5 de nov de 2012

Tentei...mas não deu.

Ok, o final de semana nem foi lindo assim, mas perto do que eu fazia, estou no lucro. Levanto meia mão para isso piada interna.

****************************************

Na sexta-feira, preparei hamburguer caseiro errei a receita do pão, mas tudo bem, tinha pronto aqui e marido queria tomar refrigerante. Perguntou:
- Você não vai tomar, né?
- Não.
- Então, se é só para mim, não vou comprar.
Ui, coração de manteiga, já derreti e mudei de ideia:
- Olha, compra lá que eu acompanho desta vez, vai.
Para quem não sabe, esse marido é de ouro e eu realmente gosto de fazer as vontades dele. Ele faz um MONTE das minhas e abre mão de muitas coisas pessoais por minha causa.
Ele saiu e voltou com um dos que eu mais gosto, ele até prefere outros aí, ó, não disse?. Ao servir meu copo, já estava sem vontade. Pensei: "Só metade". Coloquei  metade da metade. Dei três goles pequenos ao longo do lanche. Tipo da coisa "estou tomando forçado". A lavagem cerebral que fiz em mim começou a dar efeito. Nunca fui de refrigerante diário, era restrito a finais de semana apesar de algumas vezes serem dois ou três copos de cada vez. Mas, após ler tanta coisa contra, virou questão de honra não pagar para ingerir lixo, mesmo achando o gosto bom. E foi o que aconteceu: não foi ojeriza, nem perda do gosto, foi questão de honra. Os três golinhos não acabaram com o que tinha no copo, olhei para o marido:
- Ah, não dá mais mesmo.
E ele tomou. TENTEI...MAS NÃO DEU.

****************************************

Bão, nada contra quem gosta e quer preservar o costume. Não foi questão de me proibir, pois não sinto nada proibido para mim, mas queria muito, muito ficar sem esse lixo. Acho até falta de respeito continuar sendo fabricado e na entrevista que minha nutricionista deu a uma rádio, é praticamente um crime grávidas tomarem isso. Se quiser saber o porquê, ouça, o link está na postagem do dia 29/10/12. Quer mais? É horrível alguém achar lindo ser viciado em refrigerante. Sempre detestei vícios e tinha vergonha de me dizer viciada em comer. Mas a nossa sociedade acha ótimo e engraçado, então, tá, quem quiser que continue assim. Vício é escravidão, não importa o objeto. Importa é que a pessoa é comandada por uma coisa e isso é deprimente. Pronto, falei.

Às vezes, bebo bebia, pelo visto refrigerante socialmente em aniversário rárárá, mas tem se tornado menos frequente. Minhas amigas começaram a servir chá por minha causa eu não pedi, viu?, e acabaram entrando na onda também. Maravilha. Agora, preciso fazer a lavagem cerebral para minorar as porções, porque esse, ainda é um defeito.

 ****************************************

Equanto isso, segue uma receita de bebida de laranja do blog de uma amiga. Contém açúcar, sim, mas é muuuuito melhor que o industrial em termos do que será digerido pelo organismo. Acho que serve muito bem para começar a desacostumar adultos e crianças da praga sódica do refrigerante.

3 de nov de 2012

Pegadinha no rótulo

Algumas já devem ter visto, mas ó, ó, a pegadinha! Clique para ampliar.


leia a postagem desse endereço também

Comprovei no supermercado. Já escrevi que torço o nariz para produto industrializado light, mas é opção pessoal minha, quem gosta, gosta. Principalmente os doces. E isso só reforça o meu pensamento. No caso desses achocolatados, o segundo light não tem sódio, sua única vantagem. TODAS as versões contém açúcar (é o componente com maior quantidade). As versões lights têm adoçantes, óbvio, sendo um deles derivado do petróleo e proibido em alguns países. Claro, só fará mal se consumido exageradamente. Além dos corantes e aromatizantes artificiais. Quem acompanha o blog sabe que não uso adoçante. Nem ligo se têm vitaminas ou não, principalmente ferro, leia o por quê aqui. Eu compro uma das versões convencionais por gosto próprio. E pronto. Nós sabemos que o milagre não são os produtos. São bons hábitos, moderação, seguir nutricionista, atividade física, etc. Em outras, palavras, quem promove o milagre, é você.

Mais um serviço de utilidade pública, espero, haha!

1 de nov de 2012

Li/escutei - peso

Li semana passada, ficou martelando a cabeça:
Obs.: nunca tive problema de apodrecimento ou desperdício de leite, mas essa informação deu vontade de trocar rapidinho o tipo de leite. Para mim, está cada vez mais confirmado: quanto menos ou nada industrializado melhor. Desde que tenha boa origem. Vontade de comprar uma vaca com bezerro.

Escutei hoje:
  • "Não adianta ingerir integrais e não tomar água." - para maiores explicações, a água é para ser tomada ao longo do dia, um pouco depois de se alimentar, não necessariamente junto com o alimento, pois sempre sabemos que é recomendável que não se tome líquidos nas refeições como almoço e janta. Levanta a mão que não sabe.
Fonte: uma nutricionista entrevistada no programa São Paulo no Ar - TV Record

Obs.: 'Tow no caminho certo, desapeguei geral de líquido em refeição, salvo momentos especiais. O único suco que tomo, é o suco verde procure na aba de Receitas ali acima, num dos lanches. E tomo bastante água ao longo do dia. Para meu desencargo de consciência, deixar registrado que o mínimo de água recomendado é 2L/dia. Menos que isso, as fibras vão travar. Literalmente e vocês sabem como e onde.
 
  • Mais ou menos assim: "Cientistas afirmam terem encontrado um caminho para evitar o efeito sanfona: o segredo estaria numa preparação psicológica antes de cortar calorias." - Assista na íntegra, se interessar: http://r7.com/aRBt
Fonte: Fala Brasil - TV Record

*******************************************

 Sessão Depoimento:

Meu nome é Bel, e estou há quase 20 dias sem me pesar, contei agora. Fui hoje. Resultado 1 kg OFF. Ótimo. Na verdade, estou eliminando a sanfona.