30 de nov de 2011

Sorteio e blogueira talentosa

Oi, bonitas!


Ó um sorteio, para o dia 13/12:
Blog Audrey Disse
EU QUERO! Corram!

 *****************************

Para quem ainda não sabe, nossa colegha LêDesigner é artista cantante e tocante:
Youtube LeWCantante 
Ela tem uma voz doce, timbre muito bonito! Ouçam!




29 de nov de 2011

Foto antes/durante...o DEPOIS é no ano que vem

(foto removida, hehe) À, esquerda, em algum lugar do passado recente, antes da vergonha na cara: «Triste-ezaaaa, por favor vá embo-oraaaa...» Minha pior foto, única vez que fui a um estádio de futebol, ver meu time jogar. BaAAAaita modelito! Não tenho camisa do time, usei uma da mesma cor do uniforme verde limão. Vestiu mal p'ra caramba. Mas que graça tem, ver a pessoa um pouco mais magra, sem uma baranguice anterior para acentuar a diferença? Rárárá!

(foto removida, hehe) À direita, quase cinco meses depois do tilt de vergonha na cara para deixar de ser gordinha pilantra foto de anteontem, modelito em tom navy suuuuper monótono, com direito a cachorro reclamando. Só para mostrar que alguns quilos se foram, compassagemdeidaparaolimbodascaloriasextras E QUE NÃO VOLTEM NUNCA MAIS! e que essa calça que antes não passava no pernão, agora precisa de cinto, caso contrário quase vira uma quase calça saruel. Pód'isculhambá se eu voltar à versão anterior.
Humpf, perdi todas as minhas fotos mensais que estava colecionado...uma peça que fica entre o computador e a cadeira apagou a pasta sem perceber.



********************

Hum...estava indo tudo bem, mais ou menos dentro dos conformes, quando marido traz um pedaço de queijo colonial bem amarelo, da padaria da esquina...passou um filme na minha cabeça: "Eu, Ratão". Licença, vou ali colocar uma ratoeira na geladeira e já volto.


********************
A Vivi, do blog Recomeçando, reaprendendo, blogando, comentou sobre os preços que escrevi na receita anterior. Ricota aqui na vila, é barata, média de R$ 5,00/kg.  No supermercado, sobe para R$ 8,00 ou R$ 9,00, a marca conhecida. O preço do creme de leite, é porque comprei quando vi o preço mais baixo. Aliás, quase tudo que compro, vai no preço mais baixo, que ainda assim não é barato. Poucas vezes levo no preço mais alto. Fico de olho.

28 de nov de 2011

Querendo ser petit suisse...(é receita, pode vir)

Sabe a pasta de ricota?

Minha sobrinha tem alergia aos corantes artificiais dos alimentos. Basta um iogurte que seja de morango, com os tais, para começar a pipocar a pele...uma tristeza. E ela gosta muito de Danoninho, Chambinho, Batavinho, esses "petits suisses" em potinhos coloridos, voltados para crianças e que adultos também gostam, ora, bolas. Então, numa dessas, pensa daqui, pensa dali, resolvi mexer na pasta de ricota para ver se saía alguma coisa parecida com a tal sobremesa.

Claro, se você digitar no oráculo as expressões "danoninho caseiro" ou "petit suisse caseiro" aparecerá uma pá receitas, basta escolher uma e ser feliz.

Mas voltando à questão: EU queria inventar algo para a sobrinha. Sou tia com orgulho. E achei que essa sobremesa ficou gostosa, um pouco mais densa, mais firme por causa da gelatina. Mas o gosto ficou bom.


Pseudo-Petit-Suisse da tia Bel - v.1
porque vou tentar outra versões

Ingredientes
  • 300g ricota fresca ou light picada - R$ 1,49 aqui na região
  • 200ml leite semidesnatado - R$ 0,35
  • 50ml creme de leite - R$ 0,30 tá, tá, tá, sei que não é light mas é o que tinha em casa
  • 1 pacote de Minha Gelatina dr. Oetker sabor Morango que NÃO CONTÉM CORANTES ARTIFICIAIS - R$ 1,70 é mais caro, eu sei

Modus Operandi
  • aqueça o leite até levantar fervura, novamente avisando que não é para ferver
  • desligue o fogo e misture a gelatina
  • leve ao liquidificador e bata até misturar bem
  • acrescente a ricota picada e o creme de leite e bata até ficar uniforme e cremoso
  • geladeira nele por algumas horas
Uma coisa que eu não fiz: acrescentar pedacinhos de morango...deve ficar muito bom, mas eu não tinha por perto.


Rendimento: uns 500ml (ficou denso, talvez tenha pesado uns 600g) ao custo de R$ 3,84.



A bandeja industrializada de 360g varia entre R$ 2,68 a R$ 4,00 dependendo da marca, do supermercado, aqui na região metropolitana de Porto Alegre.

Óbvio(1) que você pode trocar ingredientes: o creme de leite pelo creme de soja que não tem colesterol,  usar gelatina light...mas depois dessa dos corantes artificiais, procuro comprar a citada mesmo. Algumas receitas pinçadas na internet levam leite condensado para ficar mais doce.

ÓBVIO(2) que a colegha vai comer como se fosse comprado do supermercado, né? Ou seja: como se fosse de potinho pequeno, nada de atulhar o pote de sobremesa e sair devorando, bate na ogra, hehehe!

Óbvio(3) que, após pesquisa na internet, fiquei com muita vontade de provar um petit suisse de verdade.


26 de nov de 2011

Curtas

Curtas para o fim de semana:



  • Emagreci mais uns 700g. Em uma semana? Não, em duas. E estou contente, seguindo meu acordo pessoal: Não estabelecer meta quilo/tempo de emagrecimento.
  • Minha amiga bocuda é uma das melhores pessoas que conheço. Dia desses, ela olhou para mim, levantou as mãos e fez umas risadas esquisitas: "Hiiiiii-hiiiiiii-eeeeeeeh-eeeeeeeeh!!!!" Perguntei: "Quéisso, mulher? Tem alguma coisa errada comigo?" Ela: "Não, não, NÃO! É que você está tão fininhaaaaaaa!" Sim, perto do que eu estava, é verdade. E ela vibra com cada graminha que diminui em mim e me apóia muito.
  • Carol, está pronta para enfrentar a sessão de exercícios em dezembro? Vem, vai ter bolo de chocolate também.
  • Depois de ler este post da ·.¸¸.·**Vivi**·.¸¸.· e comentar, resolvi deixar duas frases para ajudar, quando alguém quiser sabotar o seu emagrecimento com palavras e atitudes:

"A melhor vingança é estar bem."
Pensamento do meu marido; isto não quer dizer que devemos ser vingativos, muito longe disso, é que essa atitude acaba sendo uma vingança involuntária.

"Valorize quem valoriza você e não trate como prioridade quem te trata como opção."
Frasezinha feita mas achei de grande valia. Li por aí na internet.

"Ansiedade engorda."
Bel do Lu - cheguei a essa conclusão.

"Mentir também engorda."
Bel do Lu, de novo. Enjoem de mim.

24 de nov de 2011

Marido e Linhaça - Cachorro, Frango e Maçã

Acontecimento 1: Marido
Dias atrás, finalmente convenci o marido a aliar a pasta de linhaça à alimentação. Já fui avisando do gosto ruim para ele não ser pego de surpresa, mas eu é que fui surpreendida: "Não é tão ruim, parece gosto de fruta verde", disse após provar. Eu acho isso muito bom porque, geralmente, maridos e linhaça não se dão.

*****************************

Acontecimento 2: Cahorro
E ainda há pouco, aconteceu algo fora do convencional. Preparei pedaços de frango para assar e separei umas partes que a gente não come para dar aos nossos dois cães, já devidamente apresentados neste post. Joguei para a Ogrinha, ela cheirou e sentou-se, ar blasé, me olhando: "Como assim você me dá essa coisa para comer?" Fiz careta, tirei dela e dei ao outro cão, o Ogrozinho, que fez sumiço do rejeito melhor que Copperfield. A pequena só olhou. Depois, comi uma maçã, e como sempre faço, dou o bagaço para ela. Já pensei: "Ih, não quis o frango, não vai querer a maçã"...pois COMEU! Primeira vez que vejo cachorro rejeitando frango e aceitando maçã! Não sei se me arrepio ou fico contente, ui! Eeeeeeeeu, hem!

23 de nov de 2011

Coisas que estão me ajudando V

Antes de mais nada, obrigada às belas que analisaram a foto do post anterior, pela sinceridade. Eu achava que estava magrela demais, agora não acho tanto. Mas me prefiro mais cheinha, #totalcurvasfeelings, haha!

Uma observação: estou escrevendo sobre coisas que estão me ajudando a eliminar a gordura extra, que não me pertence (se quiser saber mais, clique no marcador "ajuda"). São coisas bem pessoais, que funcionam comigo, talvez não funcione com outros. Mas deixo como sugestão, quem sabe, espero do fundo do coração, seja de alguma valia.

Agora, ao assunto:


Não estabelecer meta quilo/tempo de emagrecimento.

Desde que comecei a me cuidar, em julho, enfiei na cabeça: nada de número por semana. Nada de me preocupar em quantidade eliminada até o Natal. Disse a mim mesma: "Única meta: penas, emagreça, não importa quanto, não importa em quanto tempo, desde que não volte atrás", pensamento apoiado pela minha nutricionista. Eu me conheço. Sei que ficaria frustrada se não alcançasse metas específicas e não queria ficar com preocupação, chateação a mais no dia a dia...já temos tanto para correr atrás, né? Para quê arranjar mais sarna para se coçar? Das outras duas vezes oficiais e duas não-oficiais que tentei emagrecer, ficava preocupada com isso, emagrecia até um certo ponto, nunca mais que 4kg e estacionava. Aí, ficava chateada que a coisa não andava e acabava relaxando. E voltava tudo...um saco!

Eu me peso toda semana, por causa dos desafios que participamos, mas minha contagem oficial é mensal. Assim, no primeiro mês desta tentativa, emagreci 4,250kg e imagino que metade disso era retenção hídrica por ciclo mensal me pesei no primeiro dia, que é que eu queria? e alimentação rica em sódio, farinha, etc. No segundo mês, 2,650kg. No terceiro, 1,250kg. Agora, neste quarto mês, 2,950kg. Claro, sempre bate aquela pulguinha na orelha "podia ter sido mais" mas resolvi mandar para o escambau a preocupação e me jogar nas roupas que estão servindo. Acho que na próxima, fecharei pouco, mas será emagrecimento.

Anteontem, conversando via chat com a nutricionista, recebi elogios, muitos elogios. Perguntei se a média que estou mantendo, é boa ou está pouco. Ela me disse que está ótimo desse jeito e maisdo que isso, o corpo pode sentir e querer fazer a retaliação. Hoje, assistindo a um programa sobre saúde, os médicos convidados disseram a mesma coisa. Fui ao site e pincei esta frase:

"A média de perda saudável em um período de 30 dias com atividade física é de até 2,5 quilos." - Mauro Guiselini, professor de educação física

Bão, estou no lucro! Apesar de não imaginar que conseguiria isso até o Natal, só posso dizer, SEMPRE sabendo que não sou infalível: Papai Noel que me aguarde, hohoho!

22 de nov de 2011

Bobagem, veneno, pergunta, esmalte

É que fiz bobagem, fiquei um veneno e querendo fazer pergunta besta.

A bobagem, é que semana passada perdi um trabalho (sou autônoma) e fiquei brava. Depois, deu uma melancolia e vontade de comer...é, passei do combinado, fato que elevou um pouco o ponteiro da balança, mas nada que não seja reversível, é tranquilo. GRAÇAS A DEUS, não foi ogrice! É que chega final do ano, e esse dinheiro a menos faz falta...! Correr atrás do prejuízo, 'mbora, 'mbora.

O veneno é que não sou de ficar fofocando sobre celebridades mas gostei de olhar esse link:
Para mim, a versão mais cheinha delas é a mais bonita, algumas, disparado.

Eu mesma fico estranha se emagrecer muito. Minha meta, para minha altura e o meu tipo, é entre 56kg e 58kg. Já pesei uns 54kg, como na foto abaixo, tirada há uns 13 ano atrás antes de eu virar paçoca. Mas olhando, me assusto: o rosto está bonito até, mas cadê minha poupança!? E a comissão de frente!? Muita gente olha a foto e acha linda. SÓ EU QUE NÃO ACHO. Tô louca?
Aí, a pergunta besta é: qual a opinião de vocês, sobre a foto? Porque não sei se estou com o olhar distorcido...bom, minhas irmãs e mãe continuam do mesmo jeito, só eu que afofei mesmo. Correr atrás do prejuízio, 'mbora, 'mbora.

(foto breguetérrima removida - obrigada às que comentaram)



A parte sensata deste post.
·.¸¸.·**Vivi**·.¸¸.· ficou curiosa com as unhas verde esmeralda.
Então, tirei uma foto. O esmalte é o Verde Esmeralda Ultra Cremosa, linha cores, da Risqué. Se vocês procurarem na internet, vão achar fotos bem melhores para ter uma idéia.

21 de nov de 2011

Hoje é bijou e maquiagem

(foto removida por pura vergonha na cara) É que ontem, fiquei atacada. Não por comida, parece que o foco está desviando, mas por bijuteria e maquiagem (olha o Boa Menina aí, haha).
Tenho um pouco de aviamento, retalho guardado e algumas bijuterias encostadas para reciclagem. Trouxe a tralha ao ateliê, espalhei na mesa e comecei a mexer. Vira dali, desmonta de lá, mexe aqui, pensa, pensa, pensa. Reciclei dois pares de brinco, um deles virou um brinco de franjas. Inventei um colar com uma corrente de persiana vertical tinha uma estragada em casa de minha mãe, retirei as correntes e duas peças que peguei na caixa de ferramentas do marido está na foto. Dexei outras coisas encaminhadas e fui me arrumar. Fiz olhos cinza + verde a jabuti achou legal, tirou foto, espero que gostem, escolhi uma roupa bem legal com um cinto de couro trançado - "Tá country hoje?" perguntou o marido sorrindo - e pintei as unhas. Sobre as unhas, apesar de aparar, lixar e tirar cutículas semanalmente, estou há meses sem pintá-las. Ora, eu acordo e penso "hoje vou pintar" e esqueço maioria das vezes, ora mexo com tinta, ou alguma coisa que detona o esmalte e nem faço. Então, nada de coisinha discreta, fui de VERDE ESMERALDA mesmo, bem venenosa. Saí para a igreja com o marido. Recebi elogios, uma amiga falou da cintura fina comparado ao que estava antes, realmente parece fina, acharam bonito o colar e arregalaram os olhos quando disse que material que era. Mulherada vibrou com a maquiagem e as unhas.

A alimentação...bom, o almoço de sábado e domingo foi de carne assada, comi mais que a porção ideal mas não me empaturrei. Acompanhou uma farofa de farinha de mandioca bem temperadinha que fiz, e bastante salada. Sobremesa: doce. As outras refeições foram normais. E muita água.
Pronto, é isso.

Peguei para vocês uma compilação de dicas de maquiagem que eu gostei:
Blog Audrei Disse - Se Torquatto disse...
Blog Dia de Beauté - Dica rápida do dia: cílios
Blog 2Beauty - Tutorial/Dicas: Para acertar o formato dos olhos
Blog E aí, Beleza? - Truque para o lápis de olho ficar mais pigmentado

E outra, que eu ainda não li:
Site Bolsa de Mulher - Maquiagem para o verão (2012)


 **********************




Ganhei este selinho da Vivi - Recomeçando, reaprendendo e blogando. Bonita, muito obrigada pelo carinho e pela lembrança!!




18 de nov de 2011

Outro Top5!? - Pintura

E acabei entrando no Top5 do Desafio de Verão! Eita, nem esperava, verdade! Minhas eliminações são modestas. E tive a coragem de mandar novamente a foto com o brócolis. Já me arrependi antes de mandar, mas o brócolis reclamou, fez chantagem e, ai de mim, se eu não mandasse a foto com ele.

Carambolas, tenho alguma potoca ou causo para contar mas não lembro agora...! Deixa para lá, depois de tirar foto com o brócolis, vou escrever algo mais sério.


**********************************

Há alguns anos atrás, comecei a pintar quadros. Entre eles, "Júlia e o Gato" (50x60 - c/ moldura - jul/2005). Muitos gostaram e acharam o tema inusitado. Eu gosto dele até hoje, mesmo não querendo ser gordinha como Júlia, que é uma personagem muito bem resolvida. Talvez eu quisesse estar bem resolvida assim e acabei criando a cena. Quando finalizei, o texto me veio à mente:

"À noite, Júlia aconchega-se ao travesseiro enorme com um livro em mãos. O gato Fidélis aproxima-se manhoso, quer o aconchego e o carinho da dona, ausente o dia inteiro. Em algum lugar da cidade, alguém suspira pensando nela. Ela nem imagina."

Meu marido, ótimo observador, percebeu um detalhe no quadro que eu não havia notado: pintei os dois chinelinhos dela com pé esquerdo. Coisas do inconsciente: eu sou canhota e tenho orgulho disso, hahahaha!

17 de nov de 2011

Top5, Temperos e Desafios

Oi, belas!

  1. Semana passada, sem eu esperar, entrei no Top5 do Desafio de Natal do blog Um Novo Começo de autoria da queridíssima Marjorie. Está lá minha entrevista e uma foto com meu amigo brócolis.
  2. Também no mesmo blog, meu quarto texto sobre TEMPEROS, com dica de lanche. Espero que gostem.
  3. Meu Desafio Boa Menina da também queridíssima Vivi, está indo bem na alimentação, exercícios, água e chá. No quesito auto estima, mais ou menos, apesar da minha auto estima estar ótima. O quesito música é o pior...acreditem, sou ruim para ouvir música.
  4. Já ajudou a blogueira do post anterior?

16 de nov de 2011

Ajudem

Oi, belas! A Pri, autora do blog de beleza e moda Shampoo de Laranja (do qual eu já peguei/aprendi inúmeras dicas), está pedindo ajuda para sua mãe, que está com câncer e precisa fazer radioterapia. Para saber como ajudar é muito fácil, basta acessar e ler:


Ciuminho

Gente, que sumiço é esse nos blogs!? Fim de ano agitado, espero, feriadão (aqui no Brasil), essas coisas. Desejo que todas estejam indo bem, de verdade! Nada de desânimo, bonitas!


*********************


Dias atrás, olhando minhas roupas, falei ao marido:
- Se tudo der certo, se eu atingir o peso que quero até o verão - porque a gente não tem certeza, né? - quem sabe eu volte a usar aquele biquini, quando viajarmos...só usei três vezes e não serviu mais.
O marido, assim, com ar distraído:
- Ah, não acho melhor você usar seu maiô.
- Por QUÊ? - o dragão estava para aparecer mas acalmou - Você acha que talvez eu não esteja bem para isso?
- Não...é que vão ficar olhando paquerando, flertando, zoiando para você...



Aaaaaaaaaaaaaaaaaai, que bonitinhoooooooo! CiuminhÔ, ciuminhÔ!

Eu achando que tinha alguma coisa a ver com a minha barriga não estar legal e ele pensando outra coisa. CLARO, pessoas, eu me comprometo: se a minha barriga não estiver bem, não vou usar biquini...eu detestaria tirar fotos das férias e ficar fixada na minha aparência. Melhor ir com o maiô verdinho, lindo, assim não me estresso depois, jogando as fotos na lixeira.



**********************


MAS eu sou uma jabuti mesmo! Estava esquecendo de postar o selo do Desafio Boa Menina. Eu estou bem meia boca nele...o que me salva é a alimentação que está legalzinha e a água! A auto-estima está muito bem, mesmo falhando nos requisitos do desafio!

14 de nov de 2011

Selinho e Coisas que me perguntam

Quero agradecer às belas que me deram estes selinhos:

Angela do blog De tudo um pouco
  
 Tarefa do selinho:escrever sete coisas sobre mim (já escrevi, se você não está enjoada desta pessoa, convido a ler). E indicar sete pessoas...então convido, as sete primeiras que comentarem (que ainda não fizeram a brincadeira), a levar este selinho e escrever sete coisas sobre si. Se você já escreveu, deixe o link no comentário, assim podemos conhecer você melhor! :)




  
Flávia do blog Emagrecer - A Missão
Carinho imenso da mocita que sempre comenta aqui e é uma flor de pessoa!





MENINAS, muito obrigada pelo carinho, pela lembrança! A presença de vocês no meu blog, lendo as minhas lengas-lengas é de, como se dizia em algum lugar do passado, de muita estima para mim! Hehehehehehe!

Se você ainda não conhece o blog delas, corre lá e faça amizade!



**************************************

Perguntaram-me o que ando fazendo para emagrecer. Teve quem perguntou pela terceira vez. A resposta é a mesma: reeducação alimentar + exercícios. Mas noto que esperam algo mais, alguma dica milagrosa. "Você está deixando de comer?" Óbvio que não! Mas fazer o quê? Não posso trazer a cambada aqui para mostar que me alimento bem.

Já ouvi: "Vixi, reeducação alimentar é coisa de gente chique", porque acham estranho eu dizer que não é dieta. Aliás, quem acompanha o blog, já deve ter lido que eu detesto dietas, não sigo de jeito nenhum, porque não funciona comigo. Mas funciona com muitas pessoas. Mas não comigo.

Também me perguntaram: "Mas você agora parou, né?"
Respondo: "Não, acho que faltam uns 6 ou 8kg para chegar ao meu peso normal".
E a resposta: "Creeeeeeeeeeeeedooooooo, você vai sumir desse jeito!"
Vou nada. É que já estão achando que está bom, até eu penso assim, às vezes. Mas duas coisas me fazem a carruagem voltar a ser abóbora:
  • minha barriga;
  • não vestir todas as roupas da pilha "Não serve".
Tenho uma saia, bastante bonita, que vai me dizer quando estarei perto do objetivo. Ela está apertadinha, gominhos uma graça, tirei foto para o resgate! E tenho dois conjuntos de terno, que não sei se conseguirei vestí-los novamente, pois nem passam pelo quadril! Para mim, é muito estranho ter usado esses dois...parecem tão pequenos! A etiqueta de um diz P e do outro PP...mas nem que a vaca tenha uma contração estomáquica é que eu vestí essa numeração algum dia. Deve ser aquela velha história de mudanças estranhas de numeração nas fábricas. #teoriadaconspiraçãofeelings


Mas já avisei à nutricionista: se eu ficar sem o meu popozão
e a comissão de frente sumir, vou tratar de engordar um 'cadinho.
Eu, hem? Além de ter ancas largas com muito orgulho,
não faço o tipo pessoa despeitada.

Coisas que estão me ajudando III

Sentir o sabor dos alimentos. Comer devagar.

Coisa óbvia, né? Você cansou de saber, veio aqui para ver se tinha alguma novidade e eu com notícia velha!!! Sacanagem!

Mas está fazendo bastante diferença para mim.

Primeiro, sentir o sabor dos alimentos, aliás, QUERER sentir, foi fundamental, variando com temperos aqui, menos sal lá, deixar o "eu não gosto disso" de lado e experimentar de uma vez. Não sou enjoada, já gostava de fruta, verdura, hortaliça desde pequena (até o peixe, estou tentando), só que agora gosto mais. A salada vinha sempre com o trio vinagre-azeite-sal mas já há dois anos que resolvi "desapegar" o paladar o que quer dizer que meu processo para criar vergonha na cara não foi de uma hora para outra. Diminuí primeiro o sal, depois o vinagre. Vinagre é bom, mas acabei enjoando. Coisa mais engraçada a minha salada sem tempero, na maioria das vezes, e surpresa minha descobrir que couve crua e desamcompanhada, no fim das contas é levemente adocicada. Este ano, investi em coisas que não comia, por falta de iniciativa: couve, berinjela, abóbora, por exemplo. Trouxe de volta o brócolis e o espinafre que haviam ficado de fora por um tempo. Inventei algumas formas de consumo, aumentei o uso de alho, cebola e os meus potinhos de tempero, mão-na-roda, pau-para-toda-obra, mil-e-uma-utilidades, prontos para o que der e vier.

Houve momentos em que a carne temperada com alho, alecrim, alguma pimenta (do reino, preta, páprica) e nada de sal me pareceu muito bom. Mas acabo usando o sal verde, marido gosta de um saborzinho salgado.

Usei açúcar em café com leite, mas depois voltei ao adoçante. Passado algum tempo, fiquei pensando em quanto eu conseguiria diminuir o mesmo e sentir o sabor amargo do café. Então, de dez gotas, passei para sete. Meses depois, de sete, fui para quatro. Aí, um belo dia de junho deste ano, o adoçante acabou e não encontrava no supermercado, o único adoçante que eu aceitava comprar, o mais indicado pela nutri, fiquei algumas semanas procurando e desisti. De quatro gotas, para nada, acostumei rapidinho. Aí, resolvi fazer bagunça: coloquei canela, gostei. Comprei um pacotinho de cravos da índia para testar, gostei. Aí, lembrei que havia comprado endro meses atrás, mesmo sem saber para que servia, e resolvi acrescentar ao café com leite. Gostei. E assim, a partir de julho deste ano, decidi não comprar mais adoçante.

Uma fatia de bolo de festa para mim, aqueles com recheio e glacê, está ficando demais, se comer bem devagar. Ontem, numa comemoração em nossa igreja, me servi de uma fatia bem fina, comi bem devagar, com chá de frutas sem adoçar, conversando, pousando o garfo no pratinho, e deu, fiquei bem satisfeita. Se eu fosse repetir, ia ficar enjoada com a doçura MAS, isso não acontece se eu fizer um bolo de chocolate, então, nem tento para não ficar com a bomba me chamando dentro de casa, hehe.

Fruta, salada de fruta, sem creme de leite, açúcar, nata, leite condensado...não gosto de nada disso como acompanhamento (mas gosto para outras coisas). No máximo, cereal, canela ou iogurte natural, que estou fazendo em casa mesmo.

Outro dia, me servi de quatro batatinhas sautée, um pedaço pequeno de carne e salada variada. Enrolei tanto mastigando e pensando no sabor que fiquei "cheia".

Óbvio, não é sempre que acontece de ficar satisfeita ou não ter vontade de repetir dou um jeito de segurar, mas a verdade é que antes, isso ficava muito longe de acontecer. Tinha fome o tempo inteiro e agora, não tenho mais. ESPERO continuar assim, pois a gente não deve cantar vitória antes do tempo certo.

Claro, o que acabei de descrever, é algo bem pessoal, funciona comigo e não é uma regra a ser seguida. Fui tirar proveito do que gosto e descobrir coisas, pois sofrer para emagrecer nunca foi meu pensamento ou força para inciar uma reeducação alimentar que aliás, tem sido bem divertida. Alguém pode fazer qualquer uma dessas coisas que descrevi acima e dizer: "Credooooo, Bel, experimentei e não gostei de nada disso!" Alguém pode chegar para mim e dizer que o que eu como é muito sem gosto porque está desacostumado a temperos naturais ou não é doce/salgado o suficiente. Pois bem, não é mesmo. Mas é que eu desacostumei o paladar antigo para poder começar um novo processo de sentir o sabor das coisas...e está me fazendo tão bem! Esse é o meu caminho. Qual o seu?

11 de nov de 2011

Peso da pessoa no quarto mês de RA

Hoje, fecham-se quatro meses que comecei a me reeducar. Fui dar um oi básico para o tio da balança.

P.I.B.! (produto interno bruto da Bel)
Em 04/nov/11 - 64,500 kg
Em 11/nov/11 - 63,850 kg

Tchau, 650g! A porta da rua é a serventia da casa!
Dimensões:
Cintura: -1cm
Perna: -1cm em cada

Tchau, 3cm, a porta da rua é a serventia da casa!

Satisfeitíssima!
Em quatro meses foram-se embora:

Peso - 11,1 kg
Cintura - 12cm
Abdomem - 9cm
Quadril - 10cm
Panturrilha - 2cm
Bíceps - 3cm
Tórax - 7cm
  
IMC:
Em 12/07 - 30,2 (começo de Obesidade I)
Em 11/11 - 25,58 (Sobrepeso, quase indo para peso normal)
 
 
 
Ah, alguém viu, ali em cima, duas abas novas de receitas? Atendendo a pedidos. ;)

10 de nov de 2011

Tomates no Microondas

Sem idéia para um lanche? Recebi por mail há muuuito tempo, numa brincadeira de corrente de receitas rápidas. Achei muito legal.

Modus Operandi
Corte um ou dois tomates ao meio e vire as polpas para cima. Salpique sal, orégano e leve ao microondas por 1 a 2 min, dependendo do seu gosto: se quer os tomates mais firmes ou derretidos. Assim que estiverem prontos, tire do microondas e acrescente um fio de azeite extra-virgem. Coma com gosto.

Aviso: dependendo do tomate, ele pode ficar bem ácido. Se você não tem problemas com isso, divirta-se como eu. Hehe! Dá para fazer no forno também.

Quer acompanhar? Ovo cozido picado, torradas, um queijinho light por cima, assim que tirar do calor.

Gostou? Espero que sim.

9 de nov de 2011

Lenga-lenga, FDS e cardápios

Ainda estou com aquele velho problema de acessar os blogs das coleghas lenga-lenga-lenga-lenga e a página não carregar. Já tentei navegador diferente e nada. Não sei o que acontece. Fico lendo os títulos das postagens e morrendo de vontade de ler e comentar...tem vezes que só na "onésima" tentativa. Esta semana consegui alguns...frustrante! Além disso, estou na segunda semana que trabalhei fora do computador. Aí, já viu, parece que a Bel do Lu ficou às moscas, buh (sai bicho nojento)! Oi? ATUALIZAÇÃO: ufa, hoje, estou conseguindo passar nos blogs, alguns na quinta tentativa mas vou.

********************************
Notícia velha, fim de semana foi regular. E desde sexta-feira está acontecendo algo muito interessante: estou perdendo aquela vontade de comer a mais. Estou ficando satisfeita, e sábado tive que comer forçado porque ia enfrentar 4hs de caminhada à tarde, numa programação. Imagina, não sou boba, melhor assim que minguar de fome depois...Além de várias coisas que procurei mudar na cabeça, estou há dias comendo bem devagar, pedacinhos pequenos, mastigando bem, comme une française! Pousando o garfo, conversando com o marido, tranquila. Estou me sentindo muito bem, tomara que isso seja uma mudança e não uma coisa temporária.

********************************

Final de semana, fui a um aniversário. Comi salgadinhos, bem devagar, umas três mordidas cada, poderia ter sido menos mas foi tranquilo. Comi alguns docinhos minúsculos, haha e enjoei com uma fatia de bolo...estava bom mas não estou aguentando uma fatia média. Ainda bem. Tomei nada, perdi a graça com refrigerante. MAS fiquei de cabelo em pé: ali, um bebê, muito lindo, de uma amiga, um fofo. Ele comeu MAIS salgadinho que eu, tomou DUAS mamadeiras de refrigerante de cola, comeu docinhos. Ao perguntar que palavras ele falava, responderam: papai, mamãe, vovó, vovô, alguns nomes de parentes, mamá...e eu ouvi BOLO, na hora em que foram servir. Eu fico triste mas espero que seja nada e que ele cresça feliz e saudável.


********************************

Gente, tem várias receitas que eu estava devendo nos posts abaixo, dêem uma olhada!



Cardápio removido. :)

Lasanha de Frango com Creme de Ricota

A pedido da Ana Paula.

É o seguinte: não é light. Apenas um pouco menos calórica por causa dos ingredientes. Quem quer algo mais leve, sugiro a lasanha de berinjela, que nossa colegha Liza já compartilhou. Essa eu fiz para comemorar o aniversário do meu enteado, mesmo ele morando longe. Já viu, né? A pessoa está longe, mas a gente comemora assim mesmo. Faço de um dia para o outro, deixo na geladeira montada. Já aviso que é tudo no olhômetro, vamos ver se consigo fazer a coisa direito:

Recheio
- 700g peito de frango desfiado
- 3 tomates picados
- alho, cebola, pimentão a gosto, tudo picadinho
- extrato de tomate
- pimenta do reino, alecrim, o que você achar que combina
- sal a gosto
- 300g presunto magro acho que era isso
- pasta de ricota temperada com noz moscada e sal

Massa
- massa para lasanha, a gosto do freguês uso aquela que não precisa cozinhar antes, preguiça

Modus Operandi:

Molho
- o frango já pronto e desfiado, prepare o molho
- aqueça um fio de óleo na panela e refogue o alho, a cebola, o pimentão, do jeito que gosta de fazer
- acrescente os tomates picados, mexendo de vez em quando para não queimar
- quando tudo já virou mais ou menos líquido, acrescente o extrato de tomate, quanto baste...não pergunte quantidade, vou de olhão e gosto pessoal
- quando o molho estiver bonito, hahaha, acrescente os temperos a gosto: pimenta do reino, alecrim, sal
- acrescente o frago desfiado e misture bem até ficar na consistência que você goste
- acerte o sal; se achar que o molho ficou muito grosso, pode acrescentar um pouco da água em que o frango foi cozido
- espere esfriar

Montagem
- camada de molho de frango
- camada de presunto
- camada de pasta de ricota
- camada de massa de lasanha
E assim por diante. No final, um pouquinho ralo do molho de frango sobre a massa, para não ressecar, queijo ralado. Faço de um dia para o outro para não me preocupar com o tempo. No dia seguinte, forno!

Sopa Mágica de Alho Poró (caldo)

A Ana Paula perguntou se eu sabia alguma receita de alho poró. Pois bem:

Lendo o livro, a autora propõe uma sopa, como truque usado por muitas mulheres de sua região natal na França. A sopa foi "receitada" pelo médico da família para ajudá-la no início do processo de emagrecimento sem sofrimento (isso ocorreu  na década de 60, a autora era pouco mais que adolescente). Esse "prescrição" não deve ser usada sempre mas em determinados momentos. Pelo que vi, é quando a pessoa sente que está precisando dar uma desinchada, desintoxicar o organismo ou precisando emagrecer. O alho poró é um diurético suave, baixo em calorias e muito nutritivo. Allez-nous:

Sopa Mágica de Alho Poró
1 porção para o fim de semana

Ingredientes:
- 2 quilos de alho-poró

Modo de fazer:
"Limpe o alho-poró e lave-o bem para tirar a areia e terra. Corte fora as partes verde-escuras, deixando as partes brancas e as verde-claras. Reserve as verdes extras para o estoque da sopa.
Coloque o alho-poró em uma panela grande e cubra com água. Deixe ferver. reduza o fogo e cozinhe sem tampar por 20 a 30 minutos. Retire o líquido e reserve. Coloque o alho-poró em uma vasilha.
Modo de usar: o suco deve ser bebido (aquecido ou à temperatura ambiente) a cada 2 ou 3 horas, 1 xícara de cada vez. Nas refeições ou sempre que sentir fome, coma o próprio alho-poró, 1/2 xícara de cada vez. tempere com algumas gotas de azeite de oliva extravirgem e com suco de limão. Salpique um pouco de sal epimenta. Se desejar, coloque salsa picada."

Como se deve consumir: segundo a autora, por dois dias, 48hs, onde no jantar do segundo dia, pode-se acrescentar um pequeno pedaço de carne ou peixe (110g), com dois legumes cozidos, manteiga os franceses fazem uso de manteiga em muitas coisas ou azeite e um pedaço de alguma fruta. Ela recomenda isso num sábado até domingo à noite. Mas fica a critério.


OBSERVAÇÕES PESSOAIS: acho que pessoas com problemas de saúde ou sob procedimentos médicos devem perguntar ao seu médico antes de seguir essas 48hs. Pelo que sei, mulheres que estão amamentando não devem seguir. Eu fiz essa sopa, há mais de cinco anos atrás, mas só para jantar, por curiosidade. Tem um sabor adocicado, se não acrescentar alguma coisa. Quem não estiver acostumado pode não gostar.

Dia desses dei uma olhada por aqui, supermercado, mercado, não achei o tal poró. Aliás, TINHA para vender no dia que não fui e a dona disse que era R$7,00 uma maço grande, que nem sei quanto pesa. Achei caro.

Iogurte Natural Caseiro

Se você ainda não se convenceu com iogurte natural, leia esta matéria do site A Nutricionista.




Está cheio de receita e macete na internet sobre como fazer. Mas esta aqui, peguei no livro que estou lendo, fiz na semana passada. A autora propõe duas receitas de iogurte: uma para quem tem iogurteira e outra para quem não tem (EU  \o/). Fácil, mas tem que ter alguma dedicação:


  
Iogurte feito em casa sem a iogurteira


Ingredientes:
- 1 litro de leite integral ou semidesnatado
- 1/2 iogurte natural (ainda não fiz com desnatado) ou 1 a 2 c.s. de lactobacilos não me perguntem sobre, eu nem sabia que se vendia isso
Acertei a receita para mim, com 1 litro de leite semidesnatado + 1 iogurte desnatado, ficou ótimo.

Modus Operandi:
1. Leve o leite em fogo baixo até as bolhas aparecerem ao redor e o leite querer subir.
2. Coloque o leite quente em uma tigela e espere atingir entre 46 e 43 graus. Isso se tiver um termômetro de cozinha. Caso contrário, a temperatura estará correta se você conseguir manter o dedo no leite quente por 20 segundos. Engraçado mas prático.
3. Coloque o iogurte ou os lactobacilos num pote á parte e acrescente um pouco do leite, misturando muito bem. Devolva à tigela de leite, 1/3 de cada vez, misturando sempre até ficar homogêneo. Certifique-se para saber se está bem misturado, isso é importante.
4. Cubra com um pano ou toalha grossa e mantenha em local aquecido por 6 ou 8 hs, ou a noite inteira. O forno serve, não precisa aquecer. Mas se o clima estiver frio, coloque uma panela de água quente junto, para aumentar a temperatura.
5. Quando estiver pronto, coloque na geladeira por 8hs, antes de servir, deixando na tigela ou dividindo em potes fechados, como quiser.

OBSERVAÇÕES PESSOAIS: quando fiz, vi que a consistência ficou média, nem grossa, nem rala. Também ficou meio "escorregadia" não sei explicar bem. O gosto ficou suave, gostei, apesar de gostar bastante do azedinho tradicional. Dividi em potes de requeijão, coloquei as devidas tampas. Rendeu 6. Então veja: 1 litro de leite (R$ 1,70) + 1/2 iogurte desnatado (R$ 0,55) = 6 potes de mais ou menos 200ml saindo a R$ 0,38 cada um, sem contar o valor do gás, hehehehe! Para quem gosta de iogurte como eu, como diz a autora, "um regalo".

Lanche que fiz ontem à noite:
  • 1 iogurte que fiz
  • 1/2 limão espremido
  • 2 ou 3 bolachinhas maizena, esmigalhadas melhor 1, hehehehe
  • junta tudo e mistura
Bem bom!

ATUALIZAÇÃO - nov/12: 
Nesta postagem Iogurte Caseiro | Baú da Vó Eli, você encontra outra receita!

Frango com Aveia

QuÊ? Frango com aveia? Quéisso?É o seguinte: sabe aquele frango assado ao forno com cara de à milanesa? É a mesma coisa mas com aveia.

Ingredientes:
- coxa, sobrecoxa de frango, o que você preferir
- 1 xíc aveia em flocos finos se só tiver grande, basta processar no liquidificador
- temperos ao gosto do freguês; para o frango, fui de sal verde e alho bem picadinho; para misturar com aveia, fui de pimenta preta
- 1 ovo batido

Modus Operandi:
- tire todas as peles e gorduras aparentes dos pedaços de frango é tudo gordureba, ui
- tempere como quiser ou como costuma fazer...eu gosto de fazer cortes na carne e "esconder" o alho lá dentro não é o caso desse mas às vezes, "fecho" o corte com uma fatia fina de pimentão
- reserve para pegar gosto
- bata o ovo e deixe num prato fundo
- misture a aveia, a pimenta (ou outra coisa que você quiser, pode até colocar um pouquinho de sal) e deixe num outro prato
- sem mistério: mergulhe os pedaços de frango no ovo, um a um, depois passe na mistura com aveia, seja generosa. Se faltar ovo ou aveia, prepare mais, quanto baste
- leve ao forno como sempre faz e aguarde assar

Alguém pode pensar: mas o frango vai ressecar! Não, o ovo e a camada de aveia protegem bem.
Já leu na internet sobre os benefícios da aveia? Se não leu, procure, você vai gostar!

4 de nov de 2011

O peso da pessoa e o tamanho da roupa

P.I.B.! (produto interno bruto da Bel)
Em 21/out/11 - 64,950 kg
Em 28/out/11 - 65,700 kg ciclo mensal, retenção, aquilo tudo que vocês já sabem
Em 02/nov/11 - 64,950 kg cravadésimos para o desafio da Vivi
Em 04/nov/11 - 64,500 kg jóia!

Eu digo para a balança: para baixo e avante!
Tchau, 450g! Não gosto de vocês!

Dimensões desta ilha:
Quadril: -1cm
Barriga: -1cm
Tórax: -1cm

Tchau, 3cm, não gosto de vocês!

***********************************
Depois de me pesar, fui a uma loja para comprar um presente de aniversário, para uma amiga. Fiz aquela amizade básica com a vendedora e disse que queria provar um short para saber minha numeração, já avisando que era curiosidade e que não ia levar. Ela perguntou:
- Quanto você vestia?
- 48 - respondi.
Ela me olhou de alto a baixo e disse:
- Pelo jeito deve ser 40 agora.
Eu ri:
- Você está sendo muito boazinha! Deve ser 42.
Ela vasculhou a arara e me passou um short:
- Tome este 42 então, para experimentar.
Peguei e fui ao provador. Olhei a etiqueta, era 40:
- Haha, você acabou me passando um 40 por engano.
Ela riu. Vesti sem fé, só para ver onde ia entalar e...s-e-r-v-i-u.
Claroooo, eu ainda acho que visto 42, não é possível uma coisa dessas. Mas tenho que ver umas três lojas para fazer o tira-teima, as fôrmas das roupas variam. As minhas calças, até as que não servem, de alguma maneira já "lacearam" um pouco e não devem valer para saber número. Além do mais, estão todas com mais de 10 anos, e sempre tenho a impressão que existe uma conspiração nas fábricas de roupa sobre mudança de padrão nos números. 'Tá, eu sou adepta de teorias da conspiração.
No post abaixo, um pouco sobre o livro que estou lendo.

Um pouco mais sobre o livro

Comentei que voltei a ler "As Mulheres Francesas não Engordam" de Mireille Guiliano. Não é livro de dieta é de mudanças de hábito, com um quê europeu, claro, e não traz novidade além do que os nutricionistas falam. Mas eu estou gostando muito porque me encanta conhecer hábitos culturais e aprender com eles.

RESUMÃO: as francesas não engordam porque sabem comer, e vão, no geral em três refeições diárias. De tudo um pouco (a cozinha delas não é propriamente light), em pequenas porções, com variações de temperos, com qualidade, à mesa, com calma, sem livro, revista, televisão, computador, saboreando tudo, sentindo o gosto de tudo, em pequenas garfadas. Sobremesa? Um pedaço de queijo ou fruta. Os doces são para ocasiões especiais. E sempre tem um pãozinho (opcional) para acompanhar. Não é comum uma francesa sair da refeição com o "bucho cheio", mas sim satisfeita. E se acontecer de comer demais, elas compensam depois, comendo menos ou fazendo uso de alguma sopa desintoxicante (vou postar a receita, com calma!). E nem gostam de se matar em academia.
Continua valendo a questão de pequenas porções, variedade e qualidade em contraponto à cultura estadunidense que valoriza porções grandes, fast food, junk food, comida pronta, congelada, comer muito e quase nada de frutas, verduras e legumes e morrer fazendo exercício. Alguma novidade? Não. Os conselhos de sempre mas sem o jeito de sempre, e sim, com bom humor e glamour. Para ter uma idéia, estou na página 114 e até agora ela nem falou sobre adoçante e produtos light, que bom! O livro traz receitas mas muitos ingredientes não são facilmente encontrados aqui. Como boa brasileira que sou, vou adaptar.

Observações pessoais:
  • conheço algumas pessoas que viajaram para alguns lugares do mundo, os mais variados. Os que foram para os EUA, voltaram mais gordinhos. FATO.
  • nossa cultura está impregnada com a cultura alimentar estadunidense. FATO.
  • a mulher francesa realmente tem boa forma, de maneira geral (eu VI com estes olhos que a terra há de comeeeeeer) FATO.
  • as brasileiras, mesmo gordinhas, são mais bonitas, F-A-T-O!!!!! ENTÃO, mulherada, 'bora descarregar essa balança, para embelezar mais ainda o país!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Em tempo: há também, um livro chamado "Mulheres Japonesas não Envelhecem nem Engordam" do casal Naomi Moriyma e Willian Doyle, lançado dois anos depois do livro da francesa...coincidência, não? Hahaha!

Tenho mais coisas a acrescentar mas paro por aqui, ca'diquê fica extenso e cansativo.

2 de nov de 2011

O caso do dedo cortado

ATENÇÃO! Causo com sangue e descrição de machucado. Se você é sensível, nem continue.
Aconteceu há quatro semanas atrás.

Eu estava preparando o almoço, picando alho quando, tchac, tchac, tchac, tchóc, acertei meu dedo...
- Ai! - gemi em tom de voz médio, tirando a faca do dedo e vendo o filete de sangue aparecer da unha (faltou pouco para tirar a lasca da unha e do dedo...).
O marido lá de fora, preocupado:
- Que aconteceu?
- Cortei o dedo. - disse calma, indo ao banheiro, o dedo pingando.
- Foi grave? - a voz lá de fora um pouco mais preocupada.
- Hum...médio. - respondi num resmungo enquanto via o pedaço de papel higiênico, que peguei para acudir, ensopando.
A voz foi ficando cada vez mais perto, marido conhece que tenho um parco senso de perigo:
- Se você disse médio, é porque foi grave...MEU DEUS! O que você foi fazer?
- Calma, é só um corte! Já estou pegando o medicamento para assepsia e o band-aid. - disse começando a ficar nervosa com o jeito atônito do marido.
- Você quase perde um pedaço da unha e do dedo!!!!!! Também, vai ficar imitando chef de cozinha cortando, você não é chef! Tem que se cuidar mais, eu fico muito preocupado quando algo acontece a você...
Ele esbravejando, porque realmente sente tudo o que acontece comigo, se preocupa mesmo...só que, enquanto ele falava, fui tomando consciência do problema e aí, de repente, a visão começou a escurecer, o ouvido zunir...comecei um desmaio, por causa da dor, do sangue e da preocupação. Sei lá porque isso, mas disse ao marido, enquanto encostava na parede e escorregava em câmera lenta ao chão:
- Lu... acho que...estou desmaiando... - a voz sumindo, minguadinha.
- Ôpa, calma! Não desmaia, não, eu seguro! - ele se abaixou rapidamente e me levantou no colo...PÁRA TUDO MINHA GENTE! O homem me ergueu no colo, a jabuti toda mole, perdendo os sentidos, nessa hora, deu um estalo e consegui pensar: "Mas ele me ergueu tão fácil!!!!!!!" Ah, o dedo estava cortado, sangrando, dor, mas eu tive um décimo de segundo de alegria, minha voz interior gritando: "Ele me pegou no colo, ele me pegou no colo! Emagreci! Emagreci!" Aí, desmaiei mais ainda, só para sentir aquela coisa de mocinha sendo salva pelo mocinho. Ele me sentou com delicadeza ao sofá, todo preocupado, os sentidos começaram a voltar:
- Você está melhor?
Respondi, fraquinha:
- Estou sim...já, já me levanto para fazer o curativo.
Estaria tudo bem, a cena perfeita de filme, se eu, por idiotice não tivesse soltado esta pérola e feito tudo parecer uma sitcom:
- Puxa, justo hoje que estava pensando em fazer as unhas...
- O QUÊ? ... - e levei outra bronca.

O final da história? Bem, fiquei com o corte aberto por duas semanas, usando um esparadrapo incômodo. Depois disso, o pedaço de unha caiu e agora, tudo está quase normal, a unha está com um formato ridículo mas em pouco tempo estará igual às outras, tenho mais cuidado com a faca. Mas eu emagreci, haha!

1 de nov de 2011

Receitas e Livro

Olá, estou com bastante coisa para fazer por aqui, mas consegui escrever duas receitas que testei, estão logo abaixo.

Voltei a ler um livro que comprei em 2005: "As Mulheres Francesas não Engordam" de Mireille Guilliano (ela é o braço direito da vinícula Veuve Cliquot, nos EUA). Não gosto de livros de dietas, sou avessa a seguir alguma (atualização: estou falando de mim, não quer dizer que não dê certo para outras pessoas), e acabei encontrando o meu caminho com a nutricionista. E esse livro, que fala mais de comportamento e mudança que dieta em si, é cheio de receitas e truques e muito bom humor; veio dele o meu interesse por temperos, reforçado depois pela nutricionista. E eu simplesmente me identifico com a autora (altura e peso a eliminar muito parecidos). Ontem, fiz uma receita, do livro, de iogurte natural  caseiro, bem artesanal para quem não vai comprar uma iogurteira, haha! Tem na internet por aí, mas depois compartilho, é a pressa!

A semana? Comportada e com tranquilidade.

Panqueca de Polvilho

Na semana passada, eu estava invocada e querendo inventar, ao final da tarde. Peguei uma receita de pão de polvilho, usei a quantidade que tinha em casa, e como não queria ficar esperando o forno, 'taquei na frigideira e saiu panqueca, que recheei com salada, temperos e a pasta de ricota. É calórico, mas é BEM melhor que panqueca de farinha branca. Serve para mudar um pouco. Pela minha experiência, dá para comer umas três com recheio leve e zé fini. Detalhe: fiz no olhômetro mesmo, então, deve ser mais ou menos assim:

Ingredientes
- 1 ovo
- sal a gosto (fui de sal verde)
- temperos a gosto: salsinha, cebolinha, orégano, manjericão...
- um pouco de queijo ralado se quiser
- umas três golfadas de óleo vegetal (acho que duas dá)
- 1 xíc. polvilho azedo
- 1/2 xíc. água morna

Modus operandi
- mistura tudo na ordem acima, até ficar pastoso e vai jogando na frigideira de teflon, não precisa untar.

Rendimento
- na minha frigideira pequena, deu umas seis panquecas; acho que daria mais uma se eu não tivesse engrossado a primeira.

Pãozinho de Polvilho

Esta receita, peguei com minha nutricionista. Serve de opção ao pão de farinha branca e pode-se comer tranquilamente umas três unidades, mas sem colocar recheio. Como fica borrachento no dia seguinte, é legal fazer quando tem mais gente para o lanche. Lembra um pão de queijo, sem o queijo (hahahaha). Eu não usei o colorau, não tinha em casa, mas acrescentei um pouco de páprica picante.

Ingredientes
- 1 ovo
- 1/2 c.café sal
- 1/2 c.café rasa de colorau
- 4 c.s. tempero verde fresco a gosto: salsinha, cebolinha, manjericão
- 1/3 xíc. óleo de soja
- 2 1/2 xíc. polvilho azedo
- 1 xíc. água quente

Modus Operandi
- misture tudo na sequência acima até obter uma massa pastosa;
- colocar em assadeira, sem untar, em colheradas, tamanho de um pãozinho de queijo;
- assar em forno pré-aquecido, alto, por 30 min.

Rendimento
- quando fiz deu entre 12 e 14 bolinhas.