9 de abr de 2015

Clica eu!

Hello, pípol!

Não sei se ainda anda alguém por aqui. Estou na mesma, não fede, nem cheira, emagrece um pouco, engorda de novo. Consolo é que não voltei de onde parti. Mas é consolo bobo. Nesse meio tempo, aumentei minha produção artística, abri uma página no Fêicy para isso e uma das obras de janeiro, foi uma tela para o consultório da nutricionista ironia mode on. Bom, se alguém ler estas palavra, fica o convite para curtir e conhecer.


Agradeço de monte as amighes daqui que têm me acompanhado lá. Volto com receita bem legal, depois. Cansadita do meu nick, meu pé de manjericão do quintal morreu. Ó, céus!

2 de out de 2014

Desapertando e dica do limão

É ASSIM: no meu caso, é SÓ seguir o que a nutricionista recomendou, à risca, que funciona. Aquela conclusão véia...sem novidade.

A calça está menos apertada. Bom sinal. Mas ainda está apertada, faz um cogumelo acima do zíper e o botão fechados. Calça boa para mim é aquela fica normal, sem apertar, sem folgar. Mesmo se ficar muito justa, para mim ainda não serve.

Aqui de boa, toda dolorida da atividade física. Mas é tão bão quando a gente volta a se mexer!

Dica da água + limão, da nutricionista, confira. Sempre existe aquela dúvida do que é lenda e do que não é, qual eficácia etc. Assistindo a um programa culinário de alimentação funcional, a apresentadora culinarista comentou que é bom consumir limão sempre por ele ajudar o corpo a ficar mais alcalino, que é um "ambiente" não propício a vírus, bactérias, doenças etc. Muito legal:


Nutricionista afirma que beber água morna com limão ajuda a purificar o organismo

Beber água com limão além de trazer vários benefícios à saúde do ser humano, também é uma boa forma de se purificar o organismo

30 de set de 2014

Creme de Couve-Flor

Simples, gostoso, leve e nutritivo. Fiz para o almoço de hoje.

"1 couve flor picada grosseiramente com talo e tudo cozida em caldo de frango - cozinhei na água que resultou do cozimento dos filés de frango, temperado só com sal verde.
Depois que a couve flor estiver macia triture tudo no liquidificador e volte ao fogo pra incorporar ajuste sal e pimenta se necessário decore com salsa ou cebolinha e torradinhas de pão integral ou centeio."
Foto do link acima





Aí, fiz assim, porque nunca tenho todos os ingredientes para seguir igualzito:
Havia no meu congelador, 1 cebola e 2 dt de alho que fervi no leite com noz moscada, de uma receita anterior sempre que posso procuro reaproveitar ingredientes. Pois juntei à couve-flor picada e cozinhei tudo junto no vapor. Quando já estava macio, deixei esfriar e taquei-lhe no liquidificador, com a água do cozimento 2 xíc ou menos, não medi até obter um creme. Depois devolvi à panela, juntei salsinha, cebolinha, açafrão, manjericão desidratado e sal marinho. Aqueci um pouco, misturei bem.
Acompanhamentos: pseudo-croûton de berinjela, um pedaço picado de batata doce cozida e um pouco de carne de panela picada, cozida na pressão com cebola, alho, tomate, sem um pingo de óleo porque a carne refoga em si mesma, couve verde. Finalizei com páprica picante. Bom, como raramente tiro foto do que preparo, fiquem contentes com a ilustração acima. Hehe.

De sobremesa, tive vontade de comer um pedaço de cuca integral que fiz no final de semana, mas deixei para lá. Peguei uma maçã pequena.

29 de set de 2014

"Ninguém pode ser sábio de..."

Credo, acabei de me dar conta que já matei 2L de água e 1L de água com berinjela sem perceber. E nem são 18hs ainda...e só para constar, duas pessoas do meu Face, que não se conhecem, escreveram hoje que estão descurtindo as páginas sobre comida. Deve ser um sinal. hahaha

Se tem uma coisa que aprendi, com todo o processo desde o início, foi conhecer melhor o meu corpo, como reage a determinada alimentação, hidratação, o que incha, o que dá bem estar, o que funciona, o que não funciona. Isso foi fantástico. Nem sei quanto estou pesando, e creio que a última vez que subi em uma balança foi há seis ou sete meses. UIA! Mas pelo que me conheço, posso chutar com segurança um peso, mas confirmar indo até aquela farmácia lá da esquina, não está nos meu planos. Frustração, né? Além disso, entrar apertada na última calça jeans que comprei há dois anos equivale a apertar o botão de pânico. Saco. Nem as medidas estou com vontade de tirar, não quero ver o tamanho do problema neste momento. Só sei de uma coisa: vai secar, isso vai. Já entrei no ritmo e senti algumas diferenças. E nada de passar fome, ÓBVIO. Falar nisso:


"Um dos grandes erros alimentares é o jejum prolongado, ficar mais de 3-4 horas sem se alimentar. Numa fala simples, o que ocorre é a redução de nutrientes em especial a glicose, que é a fonte de energia principal para o cérebro que manda informações e realiza atividades para todo corpo. No jejum, o indivíduo fica irritado, desatento e numa forma de defesa o cérebro poupa gordura (tecido de energia) e utiliza glicose estocada no fígado e músculos. Ou seja, flacidez e pneuzinhos na certa. Não saia de casa em jejum, não deixe seus filhos saírem de casa em jejum, não pule refeições, faça café da manhã, almoço e jantar e pelo menos dois lanches intermediários (sempre com escolhas saudáveis de preferência ) não esqueça disso no final de semana programe suas refeições e da sua família. Vai valer à pena, garanto!"Helouse Carneiro Odebrecht - nutricionista funcional




27 de set de 2014

Dos grandes mistérios da humanidade

A pessoa come demais, ozotros ficam em cima, cobram, falam.

"Não acha que está comendo demais?"
"Vai comer isso também?"
"Você tem que se cuidar mais."
"Você tem o rosto bonito mas..."
"E a sua dieta?"
ALIÁS, NÃO, EU NÃO FAÇO DIETA! EU APENAS TENTO SEGUIR AS ORIENTAÇÕES DA NUTRICIONISTA E NÃO É DIETA. Detesto essa palavra.

Até aí, tudo bem, é normal MAS:
Sério. Alguém me responde, por favor.
Esse, para mim, é um dos grandes mistérios da humanidade.


Por que, POR QUE 
raios e parafusos:
 
Toda vez que a pessoa come normal, dentro do planejamento da nutricionista, ozotros os mesmos, por sinal esquecem que falaram as frases anteriores e soltam estas:

"Só vai comer isso?"
"Come mais!"
"Pega um pedaço aqui."
"Não quer mais?"
"Tem certeza?"
"Vou deixar esse pedaço para você."
"Tá de dieta?"
ALIÁS, NÃO, EU NÃO FAÇO DIETA! EU APENAS TENTO SEGUIR AS ORIENTAÇÕES DA NUTRICIONISTA E NÃO É DIETA. Detesto essa palavra.


POR QUÊ?

Prácabá.

Eu já falei para pessoas repetirem, comerem mais etc mas como quem cozinhou ou como quem recebe em casa. Mas quando sei que é o limite da pessoa ou está satisfeita, não insisto. Há pessoas que nem pergunto mais porque sei que só querem aquele tanto e estão satisfeitas.

De volta aos trabalhos! Voltamos com a nossa programação normal.

26 de set de 2014

A vergonha na cara voltando

Aqui, de boa, achando interessante que o blog tem visita todo dia, mesmo parado. Acho bem legal, deve ser gente procurando por receita e as amighes que não pararam seus blogs. Estou ensaiando reescrever, fazendo uns ajustes aqui e ali. Até a foto do perfil troquei, um auto-retrato, numa brincadeira-desafio no ano passado. Coooisas de rede social.

Descuidei legal há meses, mas o mês de agosto e setembro foram o ó do borogodó, a cereja artificial do bolo. Joguei-me. Engordei-me. Querem ver o absurdo? Fiz aniversário em agosto e tive quatro comemorações...façam as contas. Vamos colocar o coeficiente de agravamento: todos em viagem (1 passeio + 3 casa de parente). Ou seja: eu não cozinhei, não meti minha farinha integral, nem minha linhaça no meio.

Há cerca de três dias atrás, estive em minha terra natal e tive uma conversa franca com minha irmã caçula que está com uma barriga sarada, malhadona e fiquei morrendo de inveja que me fez muito bem. Desabafo. Irmã é tudo de bom, né? Voltei para casa mais leve não literalmente e com menos ânsia de comer. Vontade de mudar algumas coisas pessoais que me atrapalham demais. Porque, né, a gente sabe que o problema de engordar não é apenas comer muito e a solução não é apenas resolver parar de comer muito.

 





Já desinchei um tantico, mas bem tantico-pouco-só-para-constar. Espero que a não-vontade de comer tanto, perdure. E vamos. Ah, sim. Neste meio tempo, arranjei um gato. A foto é de maio. Agora está maiorzinho. Esse é o Tibério.


11 de ago de 2014