17 de jul de 2012

Síndrome do Rei Julien

Semana retrasada,  reportagem trouxe que a média da cintura feminina da geração atual é 15 cm maior que há 40 anos. O motivo, já sabemos: facilidades no dia a dia, que diminuíram o esforço das atividades domésticas eterna gratidão a quem inventou a máquina de lavar roupa!, trabalhar fora, sedentarismo e péssimos hábitos alimentares. Claro, imagino que se usava cinta por baixo e roupa bem apertada para ajudar, há 40 anos atrás. Quero um corselet!

Sempre fico indignada com essas informações porque, se de um lado ganhamos, de outro perdemos, pois não se procura equilíbrio entre as partes. Hoje temos uma fila imensa de pessoas tentando emagrecer. Eu? Oi? A situação é tão alarmante que, já há alguns anos, a OMS* considera a obesidade uma epidemia mundial do séc XXI.

Então, resolvi retomar o que tinha me proposto antes e que deixei em parte de lado: readquirir a Síndrome do Rei Julien. Para quem não lembra ou não sabe, Julien é o rei do lêmures no longa-metragem de animação Madagascar. Em determinada parte, ele dança cantando o refrão "Eu me remexo muito", que me inspirou a fazer o mesmo em casa. Mandei para as cucuias a lei do menor esforço. Seguem algumas coisas que faço:
  • faço todos os movimentos cotidianos completos sem preguiça;
  • se algo cai no chão, eu me abaixo corretamente para pegar as fisioterapeutas pira de tanto gosto;
  • coloquei mais rapidez e energia na realização de tarefas domésticas, mesmo as mais simples era muito pachorrenta em alguns momentos;
  • encolho barriga e fico brincando de fazer abdominal, contraindo, segurando e relaxando em qualquer situação exercício invisível;
  • depois do almoço, varro rapidamente a casa com mais energia ou dou uma rápida caminhada, uns 20min, para não voltar direto ao trabalho frente ao computador;
  • se estiver parada, por exemplo, vendo TV ou esperando algo, faço agachamentos no começo, fazia 8 seguidos com dificuldade, agora faço perto de 30, sem forçar o meu limite;
  • em alguns momentos não uso controle remoto;
  • uso escada em lugar de elevador, mas é muito raro, pois por aqui é quase tudo térreo;
  • vou a pé em quase todos os lugares;
  • investi mais em cuidar do quintal e das plantas;
  • dou uma dançadinha se estiver muito animada...
Enfim, dá para inventar e o resultado dessas duas semanas me remexendo, é uma cintura um poquiiiiiiinho mais fina, quase chegando à minha menor marca desde que comecei o processo de emagrecimento: 72 cm! E que eu me comporte com a alimentação ops, ontem escorreguei!! Longe de mim desculpas: não quero/não gosto/não posso/não tenho tempo para me remexer.

E para os lêmures de plantão, com vocês, o Rei Julien:



Levantem as mãos e cantem em coro:
"EU ME REMEXO MUITO! MUITO!"


* Organização Mundial da Saúde

10 comentários:

  1. Adorei as dicas dessa síndrome. hahahah.


    Muito bem. Algumas dicas já uso, outras vou tentar incorporar na minha vida. bjo

    ResponderExcluir
  2. "Mexendo muito!" kkkkkk

    Gostei de ver amiga, cheia de animação!!!

    Cinturinha ficando fininha, hum...

    Continue assim Flor...

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Oi amore!!! Vi seu comentário sobre as cintas que as mulheres usavam antigamente....Eu tô querendo comprar uma cinta! O problema é que a bicha marca , né? E custa caro...Aff, como custa! Mas me falaram que é ajuda muito durante o processo de emagrecimento, pra não ficar tão de caída (mais do que já tô, né?)

    E sobre o refrigerante...Se sente menos inchada????

    Beijoooocas!

    ResponderExcluir
  4. Escrevi um montão e acho que nao foi :(

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro isso!
    kkkkkkkkk
    Adorei suas atitudes com certeza fazem muita diferença
    bu
    http://mundorohsa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Parabéns, amiga ! São pequenos gestos que fazem a diferença. Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. essas dicas foram um tapa na minha cara. adorei
    beijos

    ResponderExcluir
  8. São essas pequenas mudanças que trazem grandes resultados!
    Escada rolante? Elevador? Nem sei mais o que é isso... às vezes não tenho tempo de ir na academia pois saio muito cedo e volto muito tarde, então essas pequenas táticas (subir escadas, descer uma parada antes e ir caminhando, dar uma volta a mais no centro) vêm me ajudado a perder as gordurinhas!! Minhas pernas estão bem mais durinhas desde comecei a fazer isso, uebaa :)
    72 cm de cintura, Bel? Mazólha que maravilha!! "tá com tudo em cima",hein amiga!! hahahaha :)
    Quando eu tava bem magrinha, com meus 65 kg (ah, que sonho!), eu tinha 70cm de cintura, meu menor número (mas sou gigaaante, tenho a estrutura larga, ossos grandes etc... herança da vovó que nem cheguei a conhecer!)

    beijones, Nat

    ResponderExcluir
  9. Super toques esses que você deu e eu já tinha ficado contente desde antes porque eu amo O REI JULIEN! lol
    Bjs e parabéns pelo blog!
    Flor ( do Blog Felicitarium )

    ResponderExcluir
  10. kkkkkkkkkkk adorei o post, Bel... vou fazer o que deve ser feito e sem desculpas! bj

    ResponderExcluir

Tempere com seu pitaco: