28 de jun de 2013

Peso * O mal-educado da bicicleta * Cursos

Fato Fat: minha melhor forma e peso foi em dezembro do ano passado. De lá para cá o saldo foi uns 3 cm a mais nas medidas menos panturrilha e muque, são quase os mesmos. E cinco quilos a mais, confirmados hoje. Entón, tá, correr atrás. 'Bora para a ilha de Bora-Bora.

******************************

Umas três semanas atrás, quando praticava minha corrida, passaram por mim dois rapazes de bicicleta, provavelmente indo para o trabalho. Um deles falou algo, não prestei atenção, estava concentrada. Esqueci o assunto logo e também fiquei sem correr essas três semanas seguintes.

Anteontem, novamente passaram por mim, mesmo horário. Um deles veio com a bicicleta em minha direção, e eu, distraída, desviei dele, absorta em meus pensamentos. No que ele passou, disse rindo: "Isso aí, continua firme, não desiste!" Isso me deixou com dúvidas se havia sido proposital ele ter desviado na minha direção.

Ontem, não lembrei de ir para a outra calçada da avenida que é ruim para correr, e, quando percebi, eles já estavam perto. Prestei atenção: eu estava num canto e eles no outro da calçada, que deve ter uns três metros de largura de passagem mais uns dois metros de grama na lateral. Eu vi claramente quando um deles, saiu do lado do companheiro e colocou a bicicleta em minha direção novamente, obrigando-me a desviar. Não desviei e ele teve que ir para o gramado, quase raspando em mim. Riu novamente: "Isso aí, continua firme, não desiste!" Fiquei furiosa, não tanto pela fala, mas pela implicância de me fazer desviar dele! Acho que demorou uns dois segundos a minha dúvida: paro ou continuo correndo calada? Parei, virei e chamei, eles já estavam longe. Pareceu que eles tiveram a mesma dúvida que eu: paravam ou saíam correndo? Pararam, eu me aproximei e tirei satisfação com calma mas brava, olhando fixo. O rapaz desabou um pouco na surpresa, gaguejou e respondeu: "Mas eu estou incentivando você!" AH, TÁ, graaaaaande incentivo! Dei uma bronca nele, medindo o tom de voz, pedi para não fazer mais, tchau e bênção porque não quis esticar conversa ou conhecer a pessoa. Ele saiu um tanto baratinado, acho. Nem imagino o que ele deve pensar. Talvez ache algo do tipo: "que mulher mais mal-amada", "era só uma brincadeira", pensamentos muito comuns em pessoas mal educadas, hoje em dia. O colega dele? Ficou mudo, saiu calado.

Favor, não fazer comentários do tipo "devia ter feito isso" ou "devia ter dito aquilo" porque agora já foi. O que eu disse, disse. Eu mesma fiquei ruminando depois, no que poderia ter feito ou não, e tomei uma decisão, conversando com meu marido: mudei meu horário, pronto. Até acho que o rapaz é um desses cidadãos do dia-a-dia, que entendeu e passaria a respeitar mas eu não vou arriscar saber. Vai que seja um grosso e mal educado e piore a situação? E vai que eu apenas tive sorte de ele ter ficado sem reação, na hora? Já fui agredida uma vez, em outra circunstância e isso basta para eu não querer confronto. Meu marido não coube em si de tanta indignação e já quer correr comigo, mas uma questão física impede, no momento. Torço para que ele me faça companhia logo!

E nem estou preocupada se fui desrespeitada por estar um pouco gordinha ou não me ocorreu agora, pois é minimizar o caso. Porcaria de sociedade que uma mulher não pode ficar em paz com seus pensamentos, não importando suas características físicas.

Porcaria de sociedade em que um homem concorda que os políticos desrespeitam os cidadãos, mas quando sai à rua, desrespeita as mulheres que passam por ele.

A porcaria da corrupção está em todas as escalas. Não adianta só apontar os grandões, temos que apontar para nós mesmos também.

********************************

Escrevi ontem, repito: dois cursos, em Blumenau/SC. Já foram feitos vários desses, inclusive em Fpolis/SC e todo mundo que faz gosta muito. Já falei sobre as duas preletoras no blog: a nutricionista Helouse Odebrecht minha nutricionista e a culinarista Lidiane Barbosa. Elas têm feito várias palestras e participado de programas de televisão e entrevistas. E se esse curso vier para POA/RS, alguém topa? Eu posso providenciar.


9 comentários:

  1. É, de gente mal educada o mundo tá cheio... Cara chato!
    Fica tranquila!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Abrazame fuerte! Ganhei quaaase 5kg na viagem e acho que estou grávida (família não sabe ainda, porque preciso fazer o exame de sangue amanhã de manhã), o que me dará mais mil kg até o possível rebento "rebentar".
    Gentinha! Essa coisa do desrespeito, do julgamento, da corrupção estão em toda parte mesmo - até em nós!. O mal do homem, infelizmente. Claro que uma cultura amparada por boa educação por si já serviriam de muita coisa e isto, falta ao nosso Brasilzão. Continue firme aí na corrida! E fez bem em mudar seu horário. Luiz, melhoras e corre com tua morena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, vamos nós duas mandar embora esses 5kg!! Quero saber dessa notícia do suposto rebento direitinho. kkkkkk

      Por essas e outras, tenho compartilhado na rede social sobre a corrupção em nós também. Povo manifesta, é certo e tudo mais, mas quero saber se quer mudar também.

      Excluir
  3. eita povo maleducado viu/?? eu ia ficar furiosa tbm, há o incentivo e o deboche, gente escraxada, dá vontde de mandar tomar no c*, mas ai, a gente que é muito fina prefere conversar né????
    pena que engordou, tbm andei aumentando cadinho, mas vamos adiante, vamos pra bora bora, portanto.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Eiiiita, que gente, hein ?? Beijos mil, bom findi.

    ResponderExcluir
  5. Esse é um dos motivos pelo qual não gosto de caminhar (tampouco correr!) na rua. Quando eu corria, eu ia até o parque caminhando ou de bike (dava uns 30 min) e só corria lá dentro e desejando não ter que escutar nenhuma bobagem. Fico p da cara com isso.
    Legal isso de cozinha funcional, uma vez fui em uma palestra que a dona do restaurante vegano que eu frequento fez. Foi bem legal :)

    Beijocaa!

    ResponderExcluir
  6. menina, tô louca para fazer um curso desses, vai postando as datas ak, quem sabe dá certo de eu ir...pena que moro longe...tem que viajar bastante, mas estou com muita vontade...que coisa chata isso né? olha, acho que tomou decisão certo em mudar seu horário, mas uma outra decisão que eu faria, era perdoar...rezar por eles...por todos eles...são pessoas que precisam de oração e do seu perdão...e peça tb perdão...uma semana abençoada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, pode deixar, perdoei na hora, pois ele pediu desculpa. A indignação é por um mundo melhor, mais educado, e a raiva, foi no dia. Mas valeu, muito bom ter registrado isso. Procuro sempre orar pelas pessoas, por mim... :)

      Já pensou nos encontrarmos num curso desses? Hehehe!

      Excluir

Tempere com seu pitaco: