7 de ago de 2012

Números e "Jorge Dia 3"


Há 6 anos não como barra de cereal ou cookie integral.
Há uns 7 anos não compro sanduíche ou batatinha daquela espelunca líder de mercado.
Comprei sorvete da referida espelunca 2 vezes no ano passado.
Há 2 meses estou sem refrigerante, mesmo tendo em casa. Falta de vontade.
Acho que comi granola umas 3 ou 4 vezes na vida. Eu gosto mas não me animo a comprar.
No último ano, comi uns 4 cachorros-quente.
As primeiras vezes que comi nuggets, pizza e lasanha prontas, macarrão instantâneo foi quando comecei a namorar o marido. Casamos, mas fui cortando essas coisas até baní-las. Salvo a lasanha que ele comprou para uma comemoração este ano, e não queria que eu tivesse trabalho para preparar algo.
Desde que casei, comi 2 xis, numa biboca aqui perto de casa. E bem grandes. 
Nunca comi bolinho de chuva.
A primeira vez que comi quindim, foi há menos de 4 anos.
Comi batata-frita 2 vezes, este ano.
Fico quase 2 meses sem comer pão branco, de tanto que gosto de integral.
Consegui comer peixe 5 vezes em um ano (ano passado), o meu recorde.
Há mais de 1 ano não uso adoçante.
Este ano, comprei sorvete de 2L, 2 vezes.
Como 3 a 5 frutas por dia.
Tirando as vezes de preguiça, como no mínimo 3 tipos de verdura e/ou hortaliça no almoço, no mínimo 1 crua. Geralmente são 4 ou 5.
A primeira vez que fiz brigadeiro de panela aqui em casa, foi em setembro ou outubro do ano passado. De repente deu a doida no marido que pediu isso 4 semanas seguidas.
Morro de vontade mas nunca comprei: óleo de côco, chia, ômega 3.
De 1 ano para cá, é a época que mais comi chocolate na vida e mais fiz bolo. Coincide com o início da reeducação alimentar, vai explicar essa bizarrice.
Mas fiquei quase 2 meses sem comer chocolate e não percebi. 

Se não me acharem esquisita por causa de algumas coisas, estou no lucro.



Desafio Dia 3 (ontem)

“Todos temos o extraordinário codificado,
dentro de nós, esperando para ser decifrado.”
Jean Houston, psicanalista e palestrante estadunidense,
conselheira de líderes políticos.

É verdade, Jean Houston, Davi também pensava isso e agradeceu ao Senhor:
"Graças Te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem; (...)" Salmo 139.14


3hs em 3hs – OK
Água – 3,2 L
Chá verde, suco desintoxicante
Exercícios – OK
Extras – 1 fatia de bolo de milho após almoço e outra após a janta estamos vendo um dejá vu, aqui?
Impressões – passei o dia com a sensação de barriga “murchinha”; confesso: fico me olhando no espelho o tempo todo

6 comentários:

  1. nossa, que raio x de si mesma, adorei
    beijo

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post! Fiquei com vontade de parar e analisar essas coisas em mim!
    Muito legal!!! Faz a gente refletir bem: parar e analisar o que comemos e o quanto comemos! Enfim, tomar ciência de hábitos que possuímos e na maioria da vezes nem nos damos conta!!!

    Bjoooooooos!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Bel!
    Te acho estranha não, pelo contrário, vc é muito interessante!
    Postagem bem legal!
    Lindo versiculo viu!
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Vc é muito engraçada!!!
    Estranha não.
    Eu tento eliminar tudo q seja muito industrializado.
    Gosto de muitas coisas q vc citou. E de muitas outras que sem querer fui parando de comer... e nem percebi... tipo aqueles salgadinhos de pacotinhos... jujubas, chicletes mil... biscoitos recheados, miojos... enfim... adoçante tirei da minha vida, nunca me ajudou emagrecer. Era só mais uma quimica!!!!
    Será que sou estranha tbém? kkkk
    Bjocas

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, amiga ... Creio que estou mais radicalizada que tu no lance das batatas frita & cia. ltda. Eu ingiro a chia, o ômegra 3, a farinha de linhaça, o cártamo (por indicação médica e da nutricionista). Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. gostei de saber dos teus "números". Bã, mas sério que tu nunca comeu bolinho de chuva? :O hahaha

    tenho óleo de coco, chia e omêga 3 em cápsulas por aqui. Quero voltar a comprar a de cártamo, mas é bem carinha.

    ResponderExcluir

Tempere com seu pitaco: